NOTÍCIAS

Vale e parceiros lançam curso para ajudar profissionais a promover diversidade e inclusão no ambiente de trabalho

27 de agosto de 2018
A Vale, a Fundação Vale, o IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio -, o Instituto Coca-Cola Brasil e a IBM uniram forças para ampliar o debate e aprofundar seus conhecimentos sobre a diversidade e inclusão no ambiente de trabalho. Reunidos em um consórcio educacional, os parceiros vão realizar um curso sobre diversidade e inclusão do qual participarão de forma gratuita estudantes de pós-graduação do IAG e empregados das empresas. A aula inaugural será no próximo dia 24.

No consórcio educacional as empresas parceiras e o IAG PUC-Rio são responsáveis por ministrarem as disciplinas do curso – indicando profissionais especialistas que atuarão como instrutores -, pela estrutura pedagógica e pela seleção dos alunos.
“O consórcio é uma oportunidade para os empregados das empresas e a comunidade acadêmica compartilharem conhecimento e trocarem experiências”, explica a especialista em Diversidade e Inclusão da Vale, Fernanda Castanheira. “É também uma maneira de os participantes aprofundarem conhecimento teórico sobre o tema para terem mais embasamento no momento de influenciar as políticas das suas empresas, contribuindo para a transformação dos ambientes corporativos e educacionais por meio da diversidade e inclusão”.
Entre os instrutores do curso estarão Adriana Carvalho, gerente da ONU Mulheres; Reinaldo Bulgarelli, secretário executivo do Fórum de Direitos e Empresas LGBT+; e Ricardo Sales, sócio-fundador da consultoria Mais Diversidade. A aula inaugural será realizada por Evelyne Coulombe, cônsul do Canadá no Rio de Janeiro – o país é visto como referência no tema.
Participarão do curso estudantes de MBA, Mestrado e Doutorado da PUC-Rio, além de empregados das empresas que têm maior potencial para expandir o conhecimento para o restante das organizações, como os que trabalharam nos setores de Recursos Humanos, Comunicação, Atuação Social e Ouvidoria.
A carga teórica do curso é de 40 horas. Serão abordados desde os fundamentos dos direitos humanos até algumas dimensões da diversidade, como gênero, raça, pessoas com deficiência e LGBTQ+. Essas dimensões foram escolhidas por terem maior conexão com os desafios enfrentados pelas empresas e com suas estratégias para o tema.
Fernanda Castanheira explica que a Vale vê o curso como fundamental para desenvolver ainda mais a temática na empresa. Além de ser um imperativo ético, a diversidade pode contribuir positivamente para o negócio. “Já é comprovado que equipes diversas tendem a ser mais inovadoras, criativas e produtivas”, afirma.
Consórcios da Vale
É a terceira vez que a Vale promove um consórcio educacional. A empresa já havia se unido a outros parceiros para realizar um curso sobre gestão integrada de negócios em 2016 e outro sobre Advanced Analytics em 2017. A avaliação dos alunos dos cursos foi muito positiva, mostrando o sucesso desse modelo de cooperação entre empresas e universidade.
O consórcio é uma forma de estimular a aproximação da teoria com a prática. Nessa modalidade de cooperação são beneficiados a universidade, as empresas parceiras e os estudantes e profissionais que terão a oportunidade de trocar conhecimentos e experiências.

Conheça os parceiros:

Vale (www.vale.com) – A Vale é uma mineradora global que tem como missão transformar recursos naturais em prosperidade e desenvolvimento sustentável. Presente em cinco continentes e com sede no Brasil, é uma das maiores mineradoras do mundo e líder mundial na produção de minério de ferro e níquel. Respeitar a diversidade e promover a inclusão são imperativos éticos e imprescindíveis para uma empresa sustentável. A Vale investe em ações de atração, retenção e incentivo a uma força de trabalho cada vez mais diversa, buscando criar ambientes inclusivos e meritocráticos, nos quais todos, independentemente de suas singularidades, tenham as mesmas oportunidades.

Fundação Vale (www.fundacaovale.org) – A Fundação Vale, que em 2018 completa 50 anos, contribui para o desenvolvimento dos territórios onde a Vale está presente. Sua atuação tem como foco a articulação de parcerias entre diversos stakeholders para a melhoria da qualidade de vida nas comunidades. As iniciativas sociais desenvolvidas promovem o acesso à educação, saúde e geração de renda, possibilitando mais autonomia para as comunidades buscarem um desenvolvimento sustentável.

IAG PUC-Rio – (www.iag.puc-rio.br) – Fundado em 1958, o IAG é a Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), considerada a melhor universidade privada do Brasil, segundo o Times Higher Education Latin America University Rankings 2018. Com uma das mais bem sucedidas graduações em Administração do meio acadêmico e posicionado entre as melhores escolas de negócios do Brasil, o IAG PUC-Rio dispõe de cursos de Formação e Aperfeiçoamento, pós-graduação lato sensu, pós-graduação stricto sensu, além de programas internacionais em parceria com universidades de excelência no ensino globalizado. Milhares de alunos formaram-se com a excelência acadêmica, tradição e qualidade de ensino que o IAG PUC-Rio consolidou como marcas ao longo de seus 60 anos de atuação.

Instituto Coca-Cola Brasil (https://www.cocacolabrasil.com.br/institutococacolabrasil) –
 O Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB) tem como foco o empoderamento de pessoas que vivem em comunidades de baixa renda em todo o país. Para cumprir com seu compromisso, atua através de dois programas: o Coletivo Jovem, que inspira e empodera jovens, criando acesso ao conhecimento e conectando-os a oportunidades de trabalho; e a Aliança Água+ Acesso, que viabiliza a obtenção de água potável em comunidades rurais. Através destes programas, o ICCB impactou mais de 200 mil pessoas em mais de 100 comunidades e formou uma rede que conta com mais de 300 parceiros em todo país.

IBM (www.ibm.com/br) –
 A IBM é uma empresa de soluções cognitivas na nuvem, presente há mais de 100 anos no Brasil. Atualmente, passa por uma grande reinvenção, liderada pela plataforma de inteligência artificial para negócios na nuvem, IBM Watson. Diversidade e inclusão fazem parte da cultura IBM desde sua fundação. Em 1914, contratou o primeiro funcionário cego nos Estados Unidos e foi lá também, em 1935, que a a empresa abriu a primeira escola de treinamento para mulheres. No ano de 1943, uma mulher ocupou o cargo de vice-presidente. Em 1946, em um ano em que os direitos civis para os negros ainda eram negados pelo governo norte-americano, a IBM foi a primeira empresa a contratar um vendedor negro. No Brasil, em 2004, a empresa adotou o programa Domestic Partner, iniciativa que oferece direitos aos casais homoafetivos de incluir o parceiro no plano de saúde. Esta ação ocorreu antes da união estável homoafetiva ser reconhecida legalmente no país. A empresa conta com grupos internos de inclusão e participa ativamente deste debate no país.
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Desenvolvimento de Normas Internacionais da ISO em debate

12 de novembro de 2018

Produtores, consumidores, clientes e prestadores de serviços relacionados ao Setor Mineral Brasileiro reuniram esforços para desenvolver e atualizar normas técnicas…

LEIA MAIS

Produção de minério de ferro da BHP cai 4% no trimestre

20 de outubro de 2017

Os números levam em consideração o minério de ferro produzido pela BHP e em parcerias em joint ventures

LEIA MAIS

Vale anuncia a venda dos seus ativos de nitrogenados e fosfatado em Cubatão à Yara

21 de novembro de 2017

A Vale informa que celebrou um acordo de compra de cotas com Yara International ASA, empresa listada na Bolsa de…

LEIA MAIS