NOTÍCIAS

Vale, Fundação Vale e IDEC: Projeto Miniatletismo promove formação de professores

5 de maio de 2017

O projeto, que será realizado em 10 municípios mineiros, começou as atividades na semana passada com oficinas em Nova Lima e Itabirito

Praticar arremesso de peso, corrida, saltos e lançamentos de dardos de forma lúdica e com materiais reciclados. Essa é a proposta do Projeto Miniatletismo, uma parceria entre Vale – por meio da Lei de Incentivo ao Esporte – a Fundação Vale e o Instituto para o Desenvolvimento do Esporte e da Cultura (IDEC). O projeto, que será realizado em 10 municípios mineiros, começou as atividades na semana passada com oficinas em Nova Lima e Itabirito.
 
Em Nova Lima, a capacitação foi realizada na Escola Municipal Vera Vanderlei Dias nos dias 24 e 25 de abril para 10 professores da rede municipal e contou com a participação de 70 crianças, entre 7 e 12 anos, na atividade de encerramento, o Festival de Miniatletismo. Em Itabirito, quem recebeu a oficina foi a Escola Municipal Guilherme Hallais França, nos dias 26 e 27, com o envolvimento de 25 professores. Na parte final, 64 crianças praticaram diversas modalidades de atletismo.
 
“O esporte especializado ainda é restrito a quem pode fazer treinamentos extracurriculares. Portanto, este projeto nos permitiu levar o atletismo para dentro da escola. Outra coisa legal é o reaproveitamento de material, mostrando que é possível fazer um trabalho diferente do que estamos acostumados. Essa capacitação vai agregar muito em nossa experiência prática”, comentou Marcos Eduardo Soares professor de Educação Física da escola Municipal Vera Vanderlei Dias.
 
Saiba mais sobre o Projeto Miniatletismo
 
Acompanhadas por professores de Educação Física, as atividades do Miniatletismo são adaptadas ao desenvolvimento motor de crianças e adolescentes com idades entre 7 e 12 anos. E, além de incentivar a prática esportiva, o projeto reforça também a importância da reutilização de materiais, já que elementos como garrafas pet, pneus velhos e caixas de papelão dão forma aos diversos equipamentos usados durante as atividades.
 
Após a realização do projeto, os materiais confeccionados pelos profissionais serão doados para o município para serem utilizados pelas escolas. O município também recebe cronômetros, apitos e coletes para atividades com os alunos, como forma de incentivar a disseminação e continuidade dos trabalhos.
 
 
Fundação Vale
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Alubar prioriza fornecedores do Pará

10 de abril de 2018

Em 2017, a maior parte dos investimentos da Alubar com compras e serviços foi aplicada no Pará. A fábrica, líder…

LEIA MAIS

Vale anuncia a venda dos seus ativos de nitrogenados e fosfatado em Cubatão à Yara

21 de novembro de 2017

A Vale informa que celebrou um acordo de compra de cotas com Yara International ASA, empresa listada na Bolsa de…

LEIA MAIS

Redes e Imerys capacitam fornecedores em projetos sociais

8 de outubro de 2018

Com o objetivo de fomentar a capacitação de fornecedores locais, as indústrias paraenses têm buscado, cada vez mais, a parceria…

LEIA MAIS