NOTÍCIAS

Vale mantém meta de produção de minério de ferro para 2012

27 de julho de 2012

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, afirmou hoje que a meta de produção de minério de ferro da companhia, de 310 milhões de toneladas em 2012, “é alcançável”.rnFerreira fez a afirma&cced

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, afirmou hoje que a meta de produção de minério de ferro da companhia, de 310 milhões de toneladas em 2012, “é alcançável”.

rn

Ferreira fez a afirmação durante teleconferência com analistas sobre o balanço da companhia, divulgado ontem. Nos seis primeiros meses do ano, a mineradora produziu 150,536 milhões de toneladas de minério de ferro, enquanto as vendas do produto somaram 117,771 milhões de toneladas.

rn

O executivo afirmou ainda que o desenvolvimento da produção de minério de ferro é prioridade para a Vale. Segundo o executivo, desde 2007, a produção de minério tem apresentado volumes estáveis.

rn

Vendas

rn

A Vale negociou no mercado spot, à vista, cerca de 20% do minério de ferro comercializado pela companhia no segundo trimestre. A afirmação foi feita pelo diretor executivo de ferrosos e estratégia da companhia, José Carlos Martins, que detalhou as razões para que o preço médio do minério vendido pela companhia no segundo trimestre tenha atingido US$ 103 por tonelada de minério.

rn

Segundo Martins, o preço médio do minério com 62% de teor de ferro, como o produzido em Carajás, foi de US$ 141 no segundo trimestre. Esse valor equivale a esse tipo de minério, seco, entregue na China, na modalidade CIF. Como a Vale vende grande parte de seu minério na modalidade FOB – com entrega no porto – deve-se descontar desse valor a média de US$ 25 de frete por tonelada. Além disso, de acordo com ele, há uma perda de outros US$ 12, uma vez que o minério entregue no porto é úmido.

rn

“Acredito que a recuperação [dos preços] se dará em breve. Porque nesse nível, muitos produtores param de produzir para que o minério tenha um melhor preço”, disse Martins em teleconferência com analistas, lembrando que, no pico, o minério chegou a bater em US$ 180.

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Sindirochas e Abirochas juntos no MME para discutir a CFEM

3 de dezembro de 2018

Os presidentes do Sindirochas, Tales Machado, e Abirochas, Reinaldo Sampaio, se reuniram com a Secretária de Geologia e Mineração e…

LEIA MAIS

Desafio MinerALL traz propostas de negócios a partir do aproveitamento do rejeito da mineração

17 de dezembro de 2018

Uma solução de negócio que propõe a pavimentação de baixo custo foi a vencedora do Desafio MinerALL, iniciativa que tem…

LEIA MAIS

Congresso Aço Brasil 2019 debate o futuro do setor

8 de agosto de 2019

Nos dias 20 e 21 de agosto, em Brasília, o Instituto Aço Brasil reunirá autoridades, empresários e especialistas para debater…

LEIA MAIS