NOTÍCIAS

Vale se diz “moderadamente otimista” com mercado do minério

27 de março de 2012

rnA Vale está moderadamente otimista quanto ao mercado de minério de ferro e espera uma demanda significante por parte da China, disse nesta terça-feira o diretor de marketing global da segunda maior mineradora do mundo.rn r

rn

A Vale está moderadamente otimista quanto ao mercado de minério de ferro e espera uma demanda significante por parte da China, disse nesta terça-feira o diretor de marketing global da segunda maior mineradora do mundo.

rn

 

rn

Esse posicionamento acontece após a BHP Billiton, maior mineradora do mundo, ter falando em sinais de “estagnação” na demanda por minério de ferro por parte da China, previsão essa que mexeu com os mercados financeiros, sensíveis a qualquer notícia sobre menor demanda no país.

rn

 

rn

“Quanto ao futuro, nós da Vale estamos moderadamente otimistas para os próximos anos. Acreditamos que a China continuará a crescer”, declarou Alves em coletiva.

rn

 

rn

“Ainda há espaço para a produção de aço talvez crescer a um ritmo mais moderado, mas, baseado em uma grande capacidade de produção de aço, (a demanda de minério de ferro) é ainda significante”, acrescentou.

rn

 

rn

A China é o maior consumidor de cobre, minério de ferro e aço do mundo, e o segundo maior mercado de petróleo.

rn

 

Fonte: Reuters

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Inscrições abertas para submissão de trabalhos na Minexcellence 2019

10 de setembro de 2018

O 4º Seminário Internacional de Excelência Operacional em Mineração (Minexcellence 2019) será realizado em Santiago, no Chile, entre os dias…

LEIA MAIS

Julio Nery é nomeado diretor de Sustentabilidade e Assuntos Regulatórios do IBRAM

28 de janeiro de 2020

O Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) aprovou a nomeação de Julio Cesar Nery Ferreira para assumir cargo de diretor…

LEIA MAIS

Produção da Vale bate recorde no trimestre

20 de outubro de 2017

O complexo atingiu recorde trimestral de 45 Mt no terceiro trimestre, ao produzir 8,5% a mais do que no segundo trimestre.

LEIA MAIS