NOTÍCIAS

VALE USA SIMULADORES 3D E 4D DE EQUIPAMENTOS PARA TREINAR OPERADORES

21 de outubro de 2015

A Vale tem utilizado simuladores com tecnologia 3D e 4D para treinar profissionais a operarem equipamentos de minas, ferrovias e portos.

A Vale tem utilizado simuladores com tecnologia 3D e 4D para treinar profissionais a operarem equipamentos de minas, ferrovias e portos. Segundo a mineradora, os simuladores permitem que os empregados se aperfeiçoem com segurança antes de entrar em campo. Muitos desses simuladores estão no Centro de Engenharia Logística (CEL), que tem unidades em Vitória (ES), São Luís (MA), Minas Gerais e em Moçambique.

 O CEL, que já capacitou mais de 25 mil pessoas desde 1997, oferece treinamentos técnicos de ferrovia e porto a empregados da Vale e a profissionais do mercado. No centro, há simuladores das áreas de operação ferroviária e portuária e manutenção, como simuladores de trem, equipamentos de porto, como empilhadeiras, recuperadoras e carregador de navios, fundamentais no processo de carga e descarga dos navios da Vale.

A mineradora possui, no Brasil, 11 máquinas, que podem ser usadas como simuladores de vários equipamentos que operam em uma mina. Segundo a Vale, oito delas são usadas para simular caminhões fora de estrada, duas para escavadeira e uma para trator de esteira, equipamento responsável por fazer o nivelamento do solo da mina.

Sete dessas máquinas possuem tecnologia 4D e foram adquiridas no ano passado. Elas possuem uma tela curva de 180 graus e uma base móvel onde ficam o assento e o painel, que reproduz fielmente os movimentos de um equipamento real, como os solavancos do terreno. Cinco delas estão em Minas Gerais e duas no Pará. Como estão dentro de contêineres, podem ser deslocadas de um Estado para outro, caso haja demanda de treinamentos.

De acordo com a companhia, os equipamentos possuem interação entre o empregado e as imagens disponíveis em telões, responsáveis por reproduzir os roteiros das minas. Quando o trabalhador senta na poltrona do simulador, ele se sente em uma cabine de caminhão fora de estrada.

À sua frente, ele tem um espaço virtual que simula, com precisão, a área da mina em que ele trabalhará. O sistema permite que ele opere durante o dia ou à noite, e até mesmo em situações de neblina e de chuva. Todos os alertas sonoros e luminosos são reproduzidos pelo simulador.

Além desse simulador, a mineradora possui o simulador de trens e o de descarregadores de navios. No simulador de trens, os maquinistas têm a experiência de operar um dos maiores trens em operação do mundo, composto por 330 vagões, puxados por três locomotivas simultaneamente.

Para comandá-lo, a Vale desenvolveu o sistema Loctrol, que permite controlar a tração e a frenagem de forma sincronizada e independente. A operação, no simulador, ocorre na Estrada de Ferro Carajás (EFC), que liga a mina de Carajás, a maior mina de ferro a céu aberto no mundo, no sudeste do Pará, ao Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA).

O simulador de descarregadores de navio (DNs), opera em 4D e foi feito em parceria com a empresa Virtualy, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O equipamento, inédito no Brasil, está em fase de testes e possui o sistema motion, responsável por criar movimentos e vibrações característicos dos descarregadores de navio reais e pelas sensações em 4D.

Além de mostrar toda a área do Porto de Tubarão (ES), considerado o mais eficiente do mundo em termos de giro de pátio, a Vale espera que também seja simulada a operação dos descarregadores de navio que integram a estrutura logística da companhia no Sultanato de Omã e na Malásia.

Fonte: Notícias de Mineração Brasil
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Instituto Tecnológico Vale abre inscrições para nova turma de Mestrado

22 de outubro de 2018

Instituto Tecnológico Vale (ITV), em Minas Gerais, acaba de abrir as inscrições para o processo seletivo 2019 do Mestrado Profissional…

LEIA MAIS

Brasil inaugura 1º hub de inovação para a indústria mineral

21 de janeiro de 2019

Inovação na prática, ao vivo, voltada exclusivamente para a indústria da mineração. É o que os participantes do Hub da…

LEIA MAIS

As conexões entre os fatos de hoje e as tecnologias de amanhã

14 de janeiro de 2019

Revista Época Negócios destacou a “A extração da Inovação”. A iniciativa surgiu de uma parceria entre as principais mineradoras brasileiras…

LEIA MAIS