NOTÍCIAS

V&M monta fábrica de acessórios

6 de julho de 2012

rnA fabricante de tubos V&M do Brasil, subsidiária da francesa Vallourec & Mannesmann Tubes, inaugurou uma fábrica de acessórios em Rio das Ostras (RJ). Segundo Alexandre Lyra, diretor-geral da empresa no país, o i

rn

A fabricante de tubos V&M do Brasil, subsidiária da francesa Vallourec & Mannesmann Tubes, inaugurou uma fábrica de acessórios em Rio das Ostras (RJ). Segundo Alexandre Lyra, diretor-geral da empresa no país, o investimento na unidade, que começou a operar ontem, foi de R$ 22 milhões.

rn

A produção de acessórios vai atender a operadoras do pré-sal, entre Petrobras, Shell e OGX, afirma o executivo. As peças, como roscas e selos, usadas em tubos sem costura – o principal produto da empresa -, eram importadas antes. “É uma forma de agregar valor ao produto e atender à exigência de fornecimento local feita pelo governo”, disse Lyra ao Valor.

rn

Instalada em um galpão coberto de dois mil m2, a fábrica foi construída dentro de uma área que a V&M já possuía na cidade, e terá 40 postos de trabalho. Até então, as instalações empregavam 140 pessoas e atendiam às necessidades dos clientes de restauração e manutenção de tubos, além de servirem como ponto de revenda.

rn

A empresa não divulga a capacidade de produção da nova fábrica nem a estimativa de faturamento para este ano da unidade em Rio das Ostras. No ano passado, a V&M do Brasil teve receita total de R$ 2,3 bilhões, sem contar os resultados da fábrica que a empresa tem em parceria com a japonesa Sumitomo, em Jaceaba (MG), inaugurada em setembro. Segundo Lyra, a unidade da joint venture ainda está ganhando ritmo de produção e só deve atingir sua capacidade (de 600 mil toneladas de tubos por ano) em 2013. O grosso do faturamento veio da usina do Barreiro, em Belo Horizonte, que produziu 536 mil toneladas de aço bruto. Desse volume, 470 mil toneladas foram convertidas em tubos.

rn

A V&M é uma siderúrgica integrada, atuando na produção das próprias matérias-primas. No Brasil, mantém o suprimento de carvão vegetal por meio da V&M Florestal, no município mineiro de Curvelo, e de minério de ferro, que é feito pela V&M Mineração, com a mina Pau Branco, na Serra da Moeda, em Brumadinho (MG).

rn

 

Fonte: Valor Econômico

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



5 dicas para manutenção eficaz em mineradoras

3 de dezembro de 2018

Manter o maquinário em bom estado de funcionamento é um dos maiores desafios das mineradoras. Instalados em ambientes extremos e…

LEIA MAIS

Belo Horizonte é o terceiro mercado de coworking no Brasil

27 de novembro de 2018

Maior empresa do setor no mundo lança espaço de seis andares na cidade Terceiro maior mercado de coworkings do Brasil…

LEIA MAIS

III Semana de Engenharia de Minas da Universidade Federal da Bahia ocorre em novembro

29 de outubro de 2018

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) promove em novembro, entre os dias 12 a 14, a III Semana de Engenharia de Minas…

LEIA MAIS