NOTÍCIAS

Volvo traz caminhões fora de estrada a partir de 2016

18 de junho de 2015

A partir do próximo ano, a Volvo Construction Equipment planeja iniciar a comercialização no Brasil e nos demais países da América Latina dos caminhões fora de estrada incorporados a sua linha com a aquisi&cc

A partir do próximo ano, a Volvo Construction Equipment planeja iniciar a comercialização no Brasil e nos demais países da América Latina dos caminhões fora de estrada incorporados a sua linha com a aquisição desse negócio da Terex. O presidente da empresa, Afrânio Chueire, diz que atualmente sua equipe trabalha na readequação dos equipamentos, para seu reposicionamento no mercado. “São modificações pontuais, como a adoção de cabines ROPS/FOPS, protegidas contra tombamentos ou quedas de rocha”, ele afirma.

rn

Segundo Chueire, o foco será voltado aos caminhões rígidos de até 100 toneladas de capacidade, mas ele não revela qual será a estratégia para os modelos articulados remanescentes da linha Terex, segmento no qual a Volvo Construction lidera o mercado com uma família própria, fabricada na unidade de Pederneiras (SP). As opções da empresa são de descontinuar a linha de caminhões articulados Terex ou de manter essa família como uma segunda opção de marca, como ela já faz ao disponibilizar as carregadeiras Volvo e SDLG.

rn

O executivo não dá pistas da estratégia a ser adotada, mas destaca que a empresa quer se posicionar como detentora de marcas complementares, que atendem diferentes necessidades dos usuários. “O certo é que o mercado perceberá nossa tradicional estrutura de peças e de suporte pós-venda aos equipamentos”, ele afirma. A Volvo CE adquiriu a linha de caminhões fora de estrada da Terex em dezembro de 2013, em uma transação avaliada em US$ 160 milhões na época.

rn

Outra novidade reservada pelo grupo é a nacionalização dos motores industriais da Volvo Penta, também a partir do próximo ano. O primeiro modelo produzido no país será um motor de 13 litros, o D13, indicado para aplicação em grupos geradores. “Além de atender o segmento náutico, onde somos líderes, a linha também se aplica à geração de energia em mineração, agronegócio e projetos de infraestrutura, com modelos de cinco a 16 litros e potências que variam de 100 HP a 700 HP”, diz Gabriel Barsalini, vice-presidente da Volvo Penta South America.

rn

 

rn

 

 

Fonte: In The Mine

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CADE aprova compra da Ferrous pela Vale

3 de junho de 2019

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição do controle acionário da mineradora Ferrous…

LEIA MAIS

Comitiva Brasileira marcará presença na edição de 2019 do PDAC

19 de setembro de 2018

Considerado um dos mais tradicionais eventos de mineração mundial, o Prospectors and Developers Association of Canada será realizado em Toronto…

LEIA MAIS

Vale cria Diretoria de Investimento Social

10 de dezembro de 2018

Hugo Barreto, ex-secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, será o responsável pelos projetos sócio-culturais da empresa e pela Fundação Vale A…

LEIA MAIS