NOTÍCIAS

Brasil vai triplicar seu investimento anual em mineração submarina até 2014

23 de julho de 2012

rnMaior empresa brasileira de Levantamento de Dados Offshore (Survey) e no fornecimento de soluções em meio ambiente (antiga Cepemar) foi totalmente comprada pelo Grupo Suzano, que detinha 55% da empresa desde 2011. O anuncio foi feito

rn

Maior empresa brasileira de Levantamento de Dados Offshore (Survey) e no fornecimento de soluções em meio ambiente (antiga Cepemar) foi totalmente comprada pelo Grupo Suzano, que detinha 55% da empresa desde 2011. O anuncio foi feito nesta segunda-feira (23) pelo presidente da empresa, Ronnie Vaz Moreira. O empresário anunciou, ainda, parcerias com empresas americanas para atingir as metas de crescimento e se posicionar como um dos principais players do segmento offshore.

rn

“Fizemos grandes investimentos para a aquisição de dois navios, o Seward Johnson e o Ocean Stalwart, o primeiro navio brasileiro dedicado à prospecção de recursos minerais”, acrescenta Moreira. A Agência Nacional do Petróleo estima que o mercado offshore deva movimentar mais de 150 bilhões de dólares nos próximos quatro anos. Até 2014 o Brasil vai triplicar seu investimento anual em mineração submarina para pesquisar sulfetos polimetálicos, diamantes e outros tesouros escondidos no fundo do oceano.

rn

De acordo com o presidente Ronnie Vaz, a empresa em um ano saiu de 95 para 218 funcionários e espera com essa mudança aumentar ainda mais esse quadro. “Mudamos de sede, trouxemos um novo navio, o Ocean Stalwart, investimos em mais equipamentos, aumentamos participação acionaria na Brasil Supply, introduzimos SAP, abrimos escritórios no Rio de Janeiro e em Houston. Isso fez com que nosso nível de investimentos mais que triplicasse desde a nossa entrada, há um ano, excedendo 50 milhões de reais”.

rn

A grande aposta da CP+ são as áreas de Petróleo e Gás, Mineração, Energia e Telecomunicações. “Fizemos grandes investimentos para a aquisição de dois navios, o Seward Johnson e o Ocean Stalwart, o primeiro navio brasileiro dedicado à prospecção de recursos minerais”, acrescenta Ronnie Vaz Moreira.

rn

 

Fonte: Eshoje

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



As conexões entre os fatos de hoje e as tecnologias de amanhã

14 de janeiro de 2019

Revista Época Negócios destacou a “A extração da Inovação”. A iniciativa surgiu de uma parceria entre as principais mineradoras brasileiras…

LEIA MAIS

Alunorte e UFPA assinam novo acordo para pesquisas de uso do resíduo de bauxita, dessa vez na produção de agregado sintético

13 de outubro de 2020

A Alunorte anuncia novo acordo com a Universidade Federal do Pará (UFPA) para pesquisa sobre o uso do resíduo da bauxita na…

LEIA MAIS

Anglo American abrirá 100 vagas para contratação de jovens profissionais e estagiários

10 de dezembro de 2018

Com um processo seletivo, eficiente, desafiador e dinâmico, a Anglo American sai na frente se destaca no setor da mineração…

LEIA MAIS