NOTÍCIAS

MMX convoca assembleia para aprovar incorporação da PortX

14 de maio de 2012

rnA MMX Mineração e Metálicos convoca os acionistas para assembleia geral extraordinária, a ser realizada no dia 29 deste mês, para aprovar a incorporação de sua subsidiária PortX. Com a medida,

rn

A MMX Mineração e Metálicos convoca os acionistas para assembleia geral extraordinária, a ser realizada no dia 29 deste mês, para aprovar a incorporação de sua subsidiária PortX. Com a medida, haverá um aumento do capital social da MMX e consequente extinção da companhia portuária.

rn

 

rn

A incorporação faz parte de uma reestruturação societária das companhias, que incluiu uma oferta pública e permuta para a aquisição das ações de emissão da PortX em maio do ano passado, e a controladora passou a deter 99,09% do capital da subsidiária.

rn

 

rn

A unificação das empresas se dará pela transferência do patrimônio líquido da PortX, implicará o aumento do capital social da MMX e a emissão de ações a serem atribuídas aos acionistas não controladores da PortX.

rn

 

rn

O patrimônio da companhia portuária foi avaliado em R$ 7,5 milhões, sendo que R$ 7,4 milhões equivale à participação da MMX. O restante, R$ 68,7 mil, será o valor incorporado. Com isso, o aumento do capital social da mineradora será de R$ 68,7 mil e vai passar para R$ 4,03 bilhões, mediante emissão de 1,7 milhão de novas ações ordinárias.

rn

 

rn

Os papéis detidos pelos não controladores da PortX serão substituídas por ações da MMX na proporção de 0,195 para cada ativo da companhia portuária.

rn

 

rn

Por outro lado, em atendimento à legislação e para fins de comparação, a empresa Apsis Consultoria Empresarial produziu, para a MMX, um segundo laudo de avaliação de patrimônio líquido a mercado, no qual aponta que o cálculo seria da proporção de 0,237 novas ações da MMX para cada uma da PortX.

rn

 

rn

O custo da operação está estimado aproximadamente R$ 1,6 milhão, dividido em custos com assessores legais, financeiros, contadores e auditores.

rn

 

rn

O negócio tem como propósito a consolidação do Superporto Sudeste, terminal privativo na cidade de Itaguaí, no Rio de Janeiro, que será usado, quando concluído, para o embarque do minério de ferro. As companhias acreditam que a consolidação trará integração logística e vantagens competitivas para a MMX e, ao mesmo tempo, assegurará o uso da capacidade do porto, conforme comunicado.

rn

 

Fonte: Valor Online

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Simpósio Brasileiro do Diamante desperta interesse internacional

1 de outubro de 2018

O 7º Simpósio Brasileiro de Geologia do Diamante, acontecerá em Salvador, na Bahia, e está atraindo palestrantes e representantes de…

LEIA MAIS

AngloGold Ashanti aprimora frota de subsolo

14 de janeiro de 2019

Dois novos jumbos, com investimento de R$ 10 milhões, foram adquiridos para operações de Minas Gerais Cerca de R$ 10…

LEIA MAIS

MINÉRIO DE FERRO: Preço tem leve alta no mercado futuro

1 de novembro de 2017

O contrato mais negociado no mercado futuro de minério de ferro, na China, com vencimento em janeiro de 2018, passou de 428 para 429,5 iuanes, ou US$ 65,09 a tonelada, de acordo com o câmbio.

LEIA MAIS