NOTÍCIAS

IBRAM implanta Comitê para Sustentabilidade na Mineração

7 de agosto de 2017

Em evento que reuniu 40 pessoas na sede do Instituto, foram discutidas as expectativas e anseios das principais mineradoras do país e de representantes da cadeia produtiva do setor mineral

A instalação do Comitê de Sustentabilidade do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) realizada no dia 4 de agosto irá estabelecer um novo parâmetro para conduzir as ações e relações do setor com agenda de sustentabilidade mundial. Em evento que reuniu aproximadamente 40 pessoas na sede do Instituto em Brasília (DF), foram discutidas as expectativas e anseios das principais mineradoras do país e de representantes da cadeia produtiva do setor mineral.
 
A abertura foi realizada pelo Diretor-Presidente do IBRAM, Walter Alvarenga, que acredita que “o Comitê poderá se transformar numa arma poderosa para que a Diretoria Executiva do Instituto se aparelhe de informações essenciais para tomadas de decisões em temas estratégicos”. Na oportunidade, também explicou algumas das mudanças presentes nas MPs apresentadas pelo Governo na última semana e como cada uma delas poderá afetar a atividade.
 
Em continuidade à agenda, Alberto Nínio, Diretor de Sustentabilidade e Responsabilidade da Vale, Conselheiro do IBRAM e coordenador do comitê explicou que o Conselho Diretor do Instituto espera que seja criado um plano de trabalho flexível que considere as empresas associadas como um grupo. “O Comitê definirá um leque de assuntos sobre sustentabilidade para serem discutidos e trabalhados mais entre os mais importantes para as associadas”, afirma Nínio.
 
Já Luiz Paulo Teles Barreto, Diretor Institucional da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e Conselheiro do IBRAM, demonstrou aos participantes a importância da reestruturação das áreas ligadas à sustentabilidade e a necessidade da discussão constante do tema. “Infelizmente nosso setor ainda é muito mistificado e precisamos realizar um trabalho intenso para reverter o consciente coletivo. Muitas pessoas ainda vêem a mineração apenas como uma atividade de risco”, lamenta. “Somos um setor extremamente importante que gera emprego, desenvolvimento, recolhe impostos e investe muito em tecnologia. Precisamos mostrar isso para toda a comunidade, por meio de ações efetivas”, garante.
 
José Margalith, Diretor Jurídico e de Sustentabilidade da Anglogold Ashanti, frisou a importância da criação de um comitê que reúne empresas que “adotam atitudes íntegras, corretas e sustentáveis, que agregam valor não só à região em que estão inseridas, mas a todo o Brasil”. “Se conseguirmos que a mineração seja percebida de forma diferente pela população teremos condições de atuar de maneira mais efetiva, crescer e gerar ainda mais divisas”, completa.
 
Em seguida o Diretor de Assuntos Ambientais do IBRAM, Rinaldo Mancin, e a Gerente de Assuntos Ambientais, Claudia Salles, mostraram aos participantes as principais ações desenvolvidas pelo Instituto ao longo dos 40 anos de atuação. “Trabalhamos constantemente para que a inovação seja considerada um tema primordial entre nossas associadas e sabemos que a incorporação de novas tecnologias pelas empresas, especialmente aquelas relacionadas à gestão de ativos, aos recursos hídricos e à Saúde e Segurança no Trabalho têm grande impacto na sustentabilidade”, explica Mancin.
 
Entre os temas mais sensíveis que serão discutidos pelo grupo estão as mudanças climáticas, a licença social para operar, o relacionamento com povos indígenas e comunidades tradicionais etc. “Nosso setor transforma recursos minerais em desenvolvimento e prosperidade e gera um efetivo crescimento local. O IBRAM é um grande promotor de conhecimento não só entre seus associados, mas também no poder público e na sociedade em geral. Por meio da difusão das boas práticas adotadas pelas empresas podemos modificar a percepção do coletivo em relação à nossa atividade”, pontua Cláudia Salles.
 
O próximo encontro será realizado durante a Exposição Internacional de Mineração (EXPOSIBRAM) e o Congresso Brasileiro de Mineração, eventos que serão promovidos pelo IBRAM de 18 a 21 de setembro, em Belo Horizonte (MG) e terá como tema gestão de recursos hídricos. Os participantes apresentarão sugestões de como comunicar o setor de forma mais efetiva, além de resultados concretos que demonstrem como a indústria mineral está conduzindo suas atividades em busca do desenvolvimento sustentável.
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Série de vídeos mostra a verdadeira mineração do Brasil

10 de abril de 2018

A extração dos recursos naturais é uma atividade que sempre foi exercida pelo homem. É na natureza que ele busca…

LEIA MAIS

CBMINA: submissão de trabalhos pode ser feita até 13 de abril

5 de abril de 2018

Para reforçar a importância de mão de obra qualificada e garantir o crescimento responsável da atividade minerária no País, o…

LEIA MAIS

Royalty: mineradoras recolhem mais CFEM em 2018

5 de abril de 2018

A arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), considerada o royalty da mineração, totalizou R$ 211 milhões no mês…

LEIA MAIS