NOTÍCIAS

implantação da Mineração Vale Verde vai movimentar U$ 500 milhões

8 de maio de 2012

rnO governador Teotonio Vilela Filho recebeu nesta terça-feira (8) o executivo James Bannantine, presidente da Mineração Vale Verde, que vai implantar em Alagoas uma mineradora com operações voltadas principalmente

rn

O governador Teotonio Vilela Filho recebeu nesta terça-feira (8) o executivo James Bannantine, presidente da Mineração Vale Verde, que vai implantar em Alagoas uma mineradora com operações voltadas principalmente para a extração de cobre. A reunião aconteceu no Palácio República dos Palmares.

rn

A previsão dos diretores é que o estudo de viabilidade econômico-financeiro seja finalizado até agosto e as obras sejam iniciadas até junho de 2013, com um prazo de execução que varia entre 18 e 24 meses. O valor total de investimentos previstos é da ordem de US$ 500 milhões.

rn

O encontro foi acompanhada pelo secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, pelo diretor presidente da Mineração Vale Verde, Carlos Bertoni, e pelo secretário de Estado da Articulação Política, Rogério Teófilo.

rn

A reunião serviu para que os executivos apresentassem ao Governo de Alagoas o planejamento atualizado e o cronograma para a instalação da mineradora no município de Craíbas.

rn

Empregos

rn

Na fase de construção, a Mineradora Vale Verde vai gerar cerca de mil empregos em Alagoas. Já em sua fase operacional, até 700 novos postos de trabalho entre diretos e indiretos serão ofertados. Além dos US$ 500 milhões de investimentos, a empresa vai injetar, durante o período de 15 anos, US$ 100 milhões na economia alagoana com custos operacionais.

rn

“Sabemos da importância da chegada desse empreendimento, tendo em vista os benefícios socioeconômicos que serão gerados com o seu funcionamento. Consciente disso, o Estado não vai medir esforços para que os prazos para a instalação sejam cumpridos”, destacou o governador Teotonio Vilela Filho.

rn

O secretário Luiz Otavio Gomes colocou que a Mineradora Vale Verde é um dos pilares, junto com o Estaleiro Eisa Alagoas e a nova planta de PVC da Braskem que será inaugurada em julho deste ano, para o desenvolvimento econômico de Alagoas. “Entendemos como prioridade viabilizar a implantação da Mineradora Vale Verde, que vai movimentar a economia de todo o Agreste e boa parte do Sertão alagoano”, disse Luiz Otavio.

rn

Durante a apresentação do planejamento, o presidente da Aura Minerals Inc. afirmou que cerca de 80% da mão de obra aproveitada na mineradora será de trabalhadores locais. Para isso, a empresa e o Governo de Alagoas articulam com o Senai cursos de qualificação específicos para as operações que serão feitas na Vale Verde.

rn

James Bannantine ainda destacou os serviços e obras de infraestrutura realizadas pelo governo do Estado, que facilitam as operações de produção e logística. “Contamos com um abastecimento de água e de energia que supre nossas necessidades. Os acessos rodoviários de boa qualidade também são fundamentais para o escoamento da produção, principalmente para o Porto de Maceió, que fica a 145 km da mineradora”, destacou o presidente.

rn

A empresa atua em Alagoas desde 2007, tendo investido R$ 70 milhões em pesquisa, gerando 130 empregos diretos. Em sua segunda fase de operações, a Vale Verde também vai direcionar suas atividades para a extração de ferro e ouro. Os minérios são oriundos de duas jazidas, sendo uma localizada na cidade de Craíbas, batizada de “Serrote da Laje”, e outra no município de Igaci.

rn

 

Fonte: Agência Alagoas

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



BH recebe treinamento gratuito sobre segurança em máquinas e equipamentos

12 de novembro de 2018

Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal realiza o treinamento gratuito Segurança em Máquinas…

LEIA MAIS

Alcoa comemora 9 anos ajudando a transformar a vida das pessoas em Juruti

24 de setembro de 2018

Desde a chegada em Juruti, a empresa já investiu mais de R$ 9,5 milhões em iniciativas voluntárias em comunidades e…

LEIA MAIS

CPRM ministra curso de capacitação em risco geológico e leitura de cartas de suscetibilidade para a Defesa Civil de Santa Catarina

17 de dezembro de 2018

Com o objetivo de explicar a percepção da suscetibilidade e risco, além de apresentar os produtos do Serviço Geológico do Brasil…

LEIA MAIS