NOTÍCIAS

Mineradora de Eike prevê investir R$ 2 bilhões este ano

20 de março de 2013

rnA MMX, braço de mineração do Grupo EBX, anunciou ontem investimentos em torno de R$ 2 bilhões em 2013. O número exato deverá ser definido em 90 dias, quando o presidente da empresa, Carlos Gonzales, promete

rn

A MMX, braço de mineração do Grupo EBX, anunciou ontem investimentos em torno de R$ 2 bilhões em 2013. O número exato deverá ser definido em 90 dias, quando o presidente da empresa, Carlos Gonzales, promete concluir uma revisão no planejamento estratégico da mineradora.

rn

Em teleconferência realizada ontem para comentar os resultados da MMX – que fechou 2012 com prejuízo de R$ 795,7 milhões -, o executivo reforçou que o foco será concluir o Superporto do Sudeste (RJ) e impulsionar a expansão do projeto de minério de ferro Serra Azul.

rn

O pesado plano de investimentos foi apontado pelo JPMorgan como o principal fator para o aumento da dívida líquida da companhia no quarto trimestre de 2012. “Os investimentos ficaram em R$ 719 milhões no quarto trimestre do ano passado, 68% acima das nossas estimativas de R$ 427 milhões”, apontaram os analistas Rodolfo R. De Angele, Mandeep Singh Manihani e Lucas Ferreira.

rn

Gonzales enfatizou a preocupação da MMX em obter a licença de instalação da barragem na Unidade de Serra Azul, em Minas Gerais. O sinal verde da autoridade ambiental é considerado fundamental para destravar o crédito de até R$ 3,2 bilhões que a companhia solicitou ao BNDES para a expansão da mina, orçada em R$ 4,8 bilhões. A captação de recursos é hoje o maior gargalo do grupo EBX. “O que vai soltar o gatilho do crédito no BNDES é a licença de instalação da barragem”, disse Gonzales a analistas.

rn

Venda. A MPX, braço de energia do grupo EBX, confirmou ontem que o empresário Eike Batista está negociando a venda de ações da companhia. Em comunicado ao mercado, a companhia informou que não há qualquer documento assinado até o momento. Conforme noticiou o Estado, o grupo alemão E. ON está negociando a compra de metade das ações de Eike na MPX por cerca de R$ 1,8 bilhão. Os papéis representariam de 27% do capital da empresa. / COLABOROU EULINA OLIVEIRA

rn

 

rn

 

rn

 

Fonte: Estadão

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CPRM ministra curso de capacitação em risco geológico e leitura de cartas de suscetibilidade para a Defesa Civil de Santa Catarina

17 de dezembro de 2018

Com o objetivo de explicar a percepção da suscetibilidade e risco, além de apresentar os produtos do Serviço Geológico do Brasil…

LEIA MAIS

Estão abertas inscrições para treinamento sobre Apreciação de Risco em Máquinas da Schmersal

22 de outubro de 2018

Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal divulga o inicio das inscrições para o…

LEIA MAIS

Fabio Schvartsman participa de evento corporativo em São Paulo

16 de abril de 2018

O diretor-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, participou, no dia 10 de abril, do Itaú Macro Vision, evento voltado para o…

LEIA MAIS