NOTÍCIAS

Produção brasileira de aço alcança 11 milhões toneladas

19 de maio de 2017

A produção brasileira de aço bruto atingiu 11,1 milhões de toneladas no primeiro quadrimestre de 2017, o que representa um aumento de 14,5% na comparação com o mesmo período de 2016

Segundo números do Instituto Aço Brasil (IABr), a produção brasileira de aço bruto atingiu 11,1 milhões de toneladas no primeiro quadrimestre de 2017, o que representa um aumento de 14,5% na comparação com o mesmo período de 2016. Já a produção de laminados alcançou 7,3 milhões de toneladas no mesmo período, um incremento de 8,9% sobre os quatro primeiros meses de 2016.
 
As vendas internas de produtos siderúrgicos somaram 5,2 milhões de toneladas entre janeiro e abril de 2017, uma queda de 3,6% em relação ao mesmo período de 2016. O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 5,9 milhões de toneladas nos quatro primeiros meses de 2017, um crescimento de 1,4% sobre o mesmo período do último ano. As importações cresceram 64,6% no acumulado de janeiro a abril de 2017 comparativamente ao mesmo período do ano anterior, totalizando 790 mil toneladas. Esse volume resultou em receita de US$ 676 milhões de importações, uma alta de 33,6% na mesma base de comparação. As exportações atingiram 4,6 milhões de toneladas e valor de US$ 2,3 bilhões nos quatro primeiros meses de 2017, o que significa crescimento de 8,9% em volume e de 46,8% em valor, na mesma base de comparação.
 
Apenas em abril a produção nacional de aço bruto chegou a 2,9 milhões de toneladas, uma expansão de 25,9% frente ao mesmo mês de 2016. Já a produção de laminados atingiu 1,9 milhão de toneladas, aumento de 15,2% comparada a abril de 2016.
 
O consumo aparente foi de 1,4 milhão de toneladas, 9% inferior ao do mesmo mês de 2016. As vendas internas caíram 12,8% contra abril de 2016, totalizando 1,2 milhão de toneladas. As importações cresceram 36,6% em volume e 20,6% em receita na mesma base de comparação, respectivamente 153 mil toneladas e US$ 152 milhões. As exportações, com 826 mil de toneladas e US$ 457 milhões, caíram 18,4% em volume e cresceram de 19,3% em valor, contra o mesmo mês de 2016. 
 
Brasil Mineral
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Programa de melhorias eleva produtividade e reduz custos operacionais

15 de outubro de 2018

Engajamento dos colaboradores, aumento da produtividade e otimização de custos. Esses são os diferenciais que a Imerys, detentora da maior…

LEIA MAIS

Cazaquistão recebe este ano o World Mining Congress

16 de abril de 2018

Com uma gama diversificada de commodities minerais, o Cazaquistão é o maior produtor mundial de urânio, o segundo maior de cromita e…

LEIA MAIS

Samarco: os três anos do rompimento de Fundão

5 de novembro de 2018

O rompimento da barragem de Fundão completa 3 anos. Uma realidade que faz parte da jornada da Samarco. O dia…

LEIA MAIS