NOTÍCIAS

Votorantim Metais é a segunda empresa brasileira que mais investe em exploração mineral no Brasil

21 de maio de 2012

rnA empresa, que aportou R$ 100 milhões em novos projetos em 2011, estará presente no Simexmin, em Ouro Preto, de 20 a 23 de maio.rnUma das empresas que mais investe em exploração mineral no Brasil, a Votorantim Metai

rn

A empresa, que aportou R$ 100 milhões em novos projetos em 2011, estará presente no Simexmin, em Ouro Preto, de 20 a 23 de maio.

rn

Uma das empresas que mais investe em exploração mineral no Brasil, a Votorantim Metais irá apresentar seis projetos no 5º Simpósio Brasileiro de Exploração Mineral, que será realizado de 20 a 23 de maio em Ouro Preto (MG). Em 2011, a Votorantim Metais investiu R$ 100 milhões em projetos do setor, passando a ocupar a segunda posição entre as empresas brasileiras que mais aportam recursos em pesquisa de novas jazidas no Brasil e no exterior.

rn

rn

“O empreendedorismo, aliado aos valores de solidez e ética corporativa, sempre caracterizou a atuação da Votorantim Metais ao longo da sua história, fazendo com que a empresa se destacasse nacional e internacionalmente na abertura de novas fronteiras de exploração mineral”, afirma o diretor de Exploração Mineral da empresa, Jones Belther.

rn

Durante o Simexmin, a Votorantim Metais irá apresentar seis projetos, dos quais três são brasileiros: Alumina Rondon (PA), Santa Maria (RS) e Aripuanã (MT). Os demais estão localizados no Canadá (Murray Brook) e no Peru (Shalipayco e Bongará). A empresa tem escritórios de exploração mineral em São Paulo – Brasil, Mendoza – Argentina, Bogotá – Colômbia, Lima – Peru, La Paz – Bolívia, Toronto – Canadá e o mais recente escritório está localizado em Johannesburgo (África do Sul) com o objetivo de avaliar projetos e futuras parcerias no continente africano para níquel, zinco, cobre e carvão. Os países de maior interesse são: Tanzânia, Zâmbia, Namíbia, Moçambique, e Botswana.

rn

Um dos principais projetos de exploração mineral da Votorantim Metais – Alumina Rondon – está instalado no município de Rondon do Pará, no Pará, a 200 quilômetros a leste de Marabá, onde parte dos recursos é uma parceria da Votorantim Metais com a mineradora Rio Tinto. O potencial da reserva da Votorantim Metais é de 1bilhão de toneladas de bauxita.

rn

Outro projeto importante no Brasil é Santa Maria, que apresenta forte sinergia com as demais unidades produtivas de zinco da Votorantim Metais. Localizada na Vila de Camaquã, no Rio Grande do Sul, o projeto é uma joint venture com a Mineração lamgold Brasil. O depósito mineral tem recurso de 14Mt e está localizado em uma bacia fértil para zinco, chumbo e cobre.

rn

O terceiro projeto brasileiro que a Votorantim Metais irá apresentar no Simexmin é um dos maiores depósitos de zinco do Brasil. Localizado a 900 quilômetros de Cuiabá, o projeto Aripuanã possui além de zinco, os commodities chumbo, cobre, ouro e prata como subprodutos. O início da produção está previsto para 2015 e é uma joint venture entre Votorantim Metais e Karmin Exploration. Os recursos minerais do depósito são estimados em 35 milhões de toneladas, com potencial para extensões lateral e em profundidade.

rn

Simexmin

rn

Promovido a cada dois anos pela Agência para o Desenvolvimento Tecnológico da Indústria Mineral Brasileira (ADIMB), o Simexmin é um fórum de referência em exploração mineral que congrega a comunidade brasileira e internacional do setor para discutir os avanços e desafios da exploração mineral. As discussões envolvem temas técnicos, econômicos, políticos, legais e de financiamento.

rn

Sobre a Votorantim Metais

rn

A Votorantim Metais é uma Empresa do Grupo Votorantim, um dos maiores conglomerados empresarias da América Latina. A Companhia possui dezessete (17) unidades: onze (11) no Brasil, quatro (4) nos Estados Unidos, uma (1) na China e uma (1) no Peru. A Empresa é a maior fabricante de níquel eletrolítico da América Latina, líder no mercado brasileiro de alumínio e uma das cinco maiores produtoras de zinco do mundo. Esta sinergia reforça a posição da Companhia como segunda maior empresa brasileira de metais básicos, com faturamento de R$ 8,9 bilhões em 2011 e aproximadamente 10 mil funcionários.

rn

rn

 

Fonte: Mining.com

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



CPRM ministra curso de capacitação em risco geológico e leitura de cartas de suscetibilidade para a Defesa Civil de Santa Catarina

17 de dezembro de 2018

Com o objetivo de explicar a percepção da suscetibilidade e risco, além de apresentar os produtos do Serviço Geológico do Brasil…

LEIA MAIS

LITOTECA DA CBPM É REABERTA

5 de outubro de 2015

Os interessados em fazer consultas em amostras de testemunhos de sondagem de projetos pesquisados pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) já podem programar visitas à Litoteca da empresa.

LEIA MAIS

Desafio MinerALL traz propostas de negócios a partir do aproveitamento do rejeito da mineração

17 de dezembro de 2018

Uma solução de negócio que propõe a pavimentação de baixo custo foi a vencedora do Desafio MinerALL, iniciativa que tem…

LEIA MAIS