NOTÍCIAS

Governo retoma mapeamento de Carajás

10 de junho de 2012

rnO estudo da CPRM traz uma nova proposta de abordagem para compreender a geologia da regiãornResultado da retomada do mapeamento sistemático na Província Mineral de Carajás, com foco na ampliação d

rn

O estudo da CPRM traz uma nova proposta de abordagem para compreender a geologia da região

rn

Resultado da retomada do mapeamento sistemático na Província Mineral de Carajás, com foco na ampliação do detalhamento cartográfico para a escala 1:100.000. A área de estudo está localizada no extremo nordeste de Carajás, no limite com a Província Trasamazonas e a Faixa Araguaia.

rn

rn

O coordenador do projeto, geólogo Felipe Tavares, explica que foram mapeados 3 mil Km² e descritos cerca de 680 afloramentos de rocha. “O resultado foi uma evolução no detalhamento cartográfico, bem como na caracterização das unidades geológicas aflorantes e na compreensão da evolução geotectônica.”

rn

Os mapas anteriores da CPRM foram produzidos na década de 1980, durante o Projeto Grande Carajás, e confeccionados na escala de reconhecimento regional (1:250.000). A partir de agora, começa um novo ciclo de disponibilização de mapas, na escala 1:100.000, iniciado com a folha Serra Pelada.

rn

“Carajás tem importância estratégica para o Brasil pela abundância de recursos minerais metálicos. Mapas detalhados são fundamentais para compreender a complexa geologia da região e subsidiar novas descobertas minerais”, avalia o geólogo.

rn

Carajás Oriental – A CPRM vai ampliar sua atuação na região com o Projeto Carajás Oriental. 

rn

O estudo começou em 2011, com previsão de conclusão em 2015. “Com a nova proposta, serão pelo menos mais três folhas, com 9 mil km² de área mapeada”, informa Tavares. O projeto lança uma base cartográfica para o segmento oriental do Domínio Carajás, com um modelamento geológico atualizado e abrangente, o que proporcionará subsídio técnico para a pesquisa, prospecção e exploração mineral.

rn

“É uma nova proposta de abordagem para a geologia da região. O projeto vai ser a extensão das novas descobertas para o resto da província”, explica Tavares. Os próximos mapas da região são: Rio Verde, Caldeirão e Serra dos Carajás, respectivamente ao sul, oeste e sudoeste da folha Serra Pelada.

rn

rn

 

Fonte: Boletim Mensal CPRM

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Inscrições abertas para submissão de trabalhos na Minexcellence 2019

10 de setembro de 2018

O 4º Seminário Internacional de Excelência Operacional em Mineração (Minexcellence 2019) será realizado em Santiago, no Chile, entre os dias…

LEIA MAIS

Vale celebra recepção ao visitante 100 mil do Programa de Visitas Vale Conhecer ​

3 de dezembro de 2018

A Vale celebrou no dia 27 de novembro a recepção ao vi​sitante 100 mil, dentro do seu Programa de Visitas Vale…

LEIA MAIS

BH recebe treinamento gratuito sobre segurança em máquinas e equipamentos

12 de novembro de 2018

Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal realiza o treinamento gratuito Segurança em Máquinas…

LEIA MAIS