NOTÍCIAS

Camadas de fosfato são homogêneas no projeto Três Estradas

17 de maio de 2017

A campanha de sondagem em Três Estradas, no Rio Grande do Sul, foi iniciada em 2011 e já soma 27.800 metros, sendo que metade foi perfurada nos últimos seis meses

A Aguia Resources, dona do projeto de fosfato Três Estradas, no Rio Grande do Sul, disse que a sondagem detalhada continua a apresentar bons resultados, o que confirma a característica de homogeneidade e continuidade dos depósitos na região. Um dos furos mostra 45,7 metros com 4,51% de pentóxido de fosfato (P2O5).
 
A sondagem em uma nova área recentemente descoberta a sudeste, com camada mineralizada que se estende por pelo menos 700 metros, tem espessura e teores similares ao do depósito de Três Estradas. Entre os resultados constam: 28,6 metros, com 3,53% P2O5; 54 metros, com 3,7% P2O5; 40,05 metros, com 3,08% P2O5; e 28,55 metros com 3,87% P2O5.
 
De acordo com comunicado divulgado ontem (16), a extensão da camada que se estende para nordeste permanece aberta a 700 metros e a Aguia pretende iniciar uma sondagem de baixa profundidade para verificar o potencial dessa extensão para minério oxidado. A sondagem detalhada em Três Estradas mostra também a homogeneidade de teores em profundidade e lateralmente. Dois furos nessa área mostram 45,7 metros com 4,51% P205 e 79 metros com teor de 3,23% P2O5.
 
"Uma plataforma de sondagem continua a operar na área. Até o momento, foram perfurados 13.710 metros, o que inclui 9.495 metros de sondagem adamantada e 4.215 metros de circulação reversa. A campanha de sondagem, que começou no fim de 2016, e essa metragem de sondagem representa metade dos 27.800 metros perfurados no projeto desde 2011", diz o comunicado emitido na semana passada.
 
A mineradora disse também que a planta piloto para testar amostras de carbonatitos foi concluída na divisão de flotação da Eriez na Pensilvânia. Os resultados dos ensaios ainda não estão prontos e vão ser divulgados assim que estiverem disponíveis, diz a nota da Aguia.
 
A Aguia contratou recentemente a firma de comunicação Nano, que tem sede em Porto Alegre, para desenvolter a estratégia de comunicação com as comunidades de Três Estradas e Lavras do Sul bem órgãos governamentais e autoridades em Porto Alegre.
 
Notícias de Mineração Brasil
Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Votorantim Cimentos apoia projeto de resgate histórico-cultural em Corumbá (MS)

17 de dezembro de 2018

Projeto “Todo Lugar tem uma História para Contar”, do Museu da Pessoa, reuniu histórias de vida dos moradores que impulsionou…

LEIA MAIS

Instituto Alcoa promove formação de professores em escolas públicas de Juruti

10 de setembro de 2018

Em busca de conhecimentos, experiências e avanços nas atividades escolares, cerca de 40 professores de escolas públicas de Juruti e…

LEIA MAIS

Participe do I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral

15 de outubro de 2018

Estão abertas as inscrições para o I Seminário de Extensionismo Técnico Mineral. O evento, promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM),…

LEIA MAIS