NOTÍCIAS

Pará deve receber R$ 178 bilhões de investimentos

29 de junho de 2015

Uma publicação lançada no último dia 25 pela Federação das Indústrias, sob o título Pará Investimentos 2015-2020, projeta para os próximos cinco anos a implantação de

rn

Uma publicação lançada no último dia 25 pela Federação das Indústrias, sob o título Pará Investimentos 2015-2020, projeta para os próximos cinco anos a implantação de grandes empreendimentos no Estado, com investimentos públicos e privados que devem alcançar a casa de R$ 178 bilhões. Desenhando cenários para um horizonte que se estenderá até 2020, dentro de uma visão surpreendentemente otimista diante das dificuldades que envolvem no momento a economia brasileira, o estudo da Fiepa projeta para o mesmo período um forte aquecimento do mercado de trabalho, com a criação de 200 mil novos postos de trabalho.

rn

A Pará Investimentos captou no seu radar projetos industriais e de infraestrutura previstos para execução no Estado com investimento a partir de R$ 30 milhões. Os números buscam embasamento na multifacetada vocação econômica do Estado, que abriga cadeias produtivas em setores caracterizados pela absorção intensiva de capital, como infraestrutura, logística, energia, mineração, agronegócio e as perspectivas cada vez mais promissoras de petróleo e gás.

rn

Os autores do estudo consideram que essas grandes cadeias produtivas colocam o Estado do Pará em posição privilegiada, mesmo num contexto como o atual, de instabilidade econômica no plano nacional. Os investimentos projetados para o próximo quinquênio embutem um crescimento de 32% em relação ao valor previsto há pouco mais de dois anos para o mesmo período. Em 2012, um estudo similar, feito também pela Federação das Indústrias, sinalizava para investimentos de R$ 130 bilhões.

rn

Os maiores investimentos a serem feitos no Pará até 2020, de acordo com a Fiepa, vão contemplar os setores de infraestrutura e logística, com inversões de capital estimadas em R$ 66 bilhões, ou 37,4% do total. Em segundo lugar ficará o setor de energia, com mais de R$ 55 bilhões de investimentos (31,3%). O terceiro lugar caberá à indústria de mineração, com investimentos de R$ 49 bilhões, o que corresponde a 27,8% do total.

rn

O presidente da Federação das Indústrias, José Conrado Azevedo Santos, considera a Pará Investimentos um material de suporte de grande utilidade para gestores públicos, empresários, entidades de classe e centros de ensino e pesquisa, em especial as universidades. As informações contidas no estudo, segundo ele, servem como indicadores confiáveis tanto para quem pretende investir quanto para as instituições que, tendo a missão de gerar conhecimentos, poderão utilizá-las na busca de soluções para a superação dos desafios que serão crescentes nas dimensões social, econômica e ambiental.

rn

rn

 

rn

 

 

Fonte: Diário do Pará

Compartilhe:

LEIA TAMBÉM



Comitiva Brasileira marcará presença na edição de 2019 do PDAC

19 de setembro de 2018

Considerado um dos mais tradicionais eventos de mineração mundial, o Prospectors and Developers Association of Canada será realizado em Toronto…

LEIA MAIS

Instituto Tecnológico Vale abre inscrições para nova turma de Mestrado

22 de outubro de 2018

Instituto Tecnológico Vale (ITV), em Minas Gerais, acaba de abrir as inscrições para o processo seletivo 2019 do Mestrado Profissional…

LEIA MAIS

Votorantim Cimentos apoia projeto de resgate histórico-cultural em Corumbá (MS)

17 de dezembro de 2018

Projeto “Todo Lugar tem uma História para Contar”, do Museu da Pessoa, reuniu histórias de vida dos moradores que impulsionou…

LEIA MAIS